Como limpar, energizar e pedir ajuda a um cristal?

Foto de Esfera Dourada.    Quando nos oferecem, encontramos ou compramos um cristal devemos limpá-lo para nos assegurarmos que todas as energias recebidas e transformadas deixam de estar ativas.

Os cristais são Seres de Luz com uma sequência molecular perfeita e uma sincronia eletromagnética de alta frequência, o que lhes permite serem recetores, transformadores, condutores e amplificadores de energia. É por isso que a frequência de utilização e a intensidade que lhes é pedida para ajudar a limpar a energia de certos espaços físicos, a harmonizar  desequilíbrios energéticos e vibratórios nos Ser Humanos, bem como outros trabalhos, torna importante que sejam limpos com alguma frequência. Uma ação que exige também uma energização, pois só assim os cristais podem continuar a ser os nossos “guardiões”.

Quando limpar um cristal?

Quando nos oferecem, encontramos ou compramos um cristal devemos limpá-lo para nos assegurarmos que todas as energias recebidas e transformadas anteriormente deixam de estar ativas. A ação de limpeza inicial é indispensável para que se possa depois avançar para a sua energização e só depois é que deve ser pedida ajuda.

Igualmente importante, é a operação da limpeza de manutenção. Aqui é a sensibilidade e a consciência que ditam as regras, com base na frequência e na intensidade dos trabalhos feitos com o cristal. Por exemplo, um cristal que está a trabalhar num ambiente muito carregado de energias, deverá ser limpo mais do que uma vez por mês.

Também para quem tem conhecimentos de Linguagem Vibratória, poderá usar o pêndulo para saber se é necessário limpar o cristal.

Todos os cristais são limpos da mesma forma?

Não. A limpeza depende sempre do tipo de cristal. Estes seres vivos têm uma composição mineral e um nível de dureza que varia de cristal para cristal e são estas características que determinam a sua sensibilidade à ação de limpeza.

Um Quartzo de Cristal ou Topázio têm um nível de resistência adequado a uma limpeza com água, à ação de um pano ou de um pequeno pincel para retirar alguma impureza atraída pela poluição do ambiente. Já o diamante trabalhado é bastante resistente, mas pode ser facilmente riscado com a operação de limpeza menos delicada.

No entanto, existem cristais como Lápis Lazuli, Enxofre, Hematita ou Selenite, entre, entre outros, que são muito porosas ou têm um baixo grau de dureza, devem ser limpos a seco ou através de outros cristais. Deve evitar-se uma limpeza com água, pois corre-se o risco de dissolver o cristal ou fazer com que perca as cores originais.

É fundamental verificar sempre que tipo de cristal temos e selecionar a limpeza mais adequada e em caso de dúvida, não arrisque, prefira sempre uma limpeza a seco, através de outros cristais ou uma limpeza vibratória.

Foto de Esfera Dourada.     A limpeza energética pode ser feita colocando o cristal em cima ou junto de uma grande drusa de Quartzo de Cristal (na foto), de Ametista ou em alternativa próximo de uma Selenite.

Como limpar um cristal?

É necessário haver um diálogo telepático com o cristal para sentir as suas necessidades como, por exemplo, uma ação de limpeza. Para limpar um cristal pode optar por três vias: limpeza física, através de outros cristais ou uma limpeza a nível vibratório.

  • A limpeza física, a seco, de um cristal pode ser feita com um pano de algodão ou com um pincel para se retirar a sujidade de pó e de outros elementos acumulados. Esta é uma limpeza adequada, por exemplo, a uma drusa de Ametista, de Quartzo de Cristal ou de Geode de Cristal. Não use nunca produtos químicos, pois podem reagir em contacto com os minerais do cristal e destruir este Ser Vivo. Outra forma de limpar a seco um cristal, é usar a terra. Envolva o cristal num pano de algodão e coloque-o debaixo de terra por um período de dois a sete dias. Esta operação deve ser feita de preferência na fase da Lua em Quarto Minguante. Depois de retirar o cristal da terra deve lavá-lo em água corrente.
  • A limpeza com água pode ser feita com água da torneira ou água da fonte. Lave o cristal e aproveite para o deixar mergulhado em água durante algumas horas ou mesmo de um dia para o outro. No entanto, se quiser limpar uma fonte de Quartzo Cristal em que já há vestígios de algum calcário, então misture um pouco de álcool vínico na água para poder eliminar esses pequenos resíduos.
  • Já se a limpeza for através de um cristal, então escolha um exemplar com forte suporte vibratório. Prefira uma drusa de média ou grande dimensão de Quartzo Cristal, de Ametista ou uma grande Selenite. A interação deste grande cristal será suficiente para limpar a energia dos seus cristais.
  • Para uma limpeza vibratória, é fundamental que tenha conhecimentos de linguagem vibratória e saiba usar o pêndulo. Para quem esteja habilitado, pode facilmente limpar as energias nocivas, negativas, de magia negra, das matrizes das doenças ou das matrizes maléficas

Como energizar um cristal?

A energização de um cristal mais comum é à luz da Lua e do Sol.

Para energizar um cristal deve colocá-lo numa tigela de barro cheia de água pura, a apanhar a segunda noite de Lua Cheia até à manhã do dia seguinte. O ideal é até às 9h00, quando a intensidade do sol ainda não é muito forte, pois há cristais que podem ver as suas cores originais alteradas ou sofrer outros danos com a intensidade solar.

Este é um cuidado, por exemplo, para cristais como a Ametista, Lápis lazúli, Quartzo Rosa ou Verde, Água Marinha ou Turquesa, entre outras. O ideal é captar a forte energia feminina da Lua e apenas as primeiras horas de raios solares que transmitem a energia masculina. 

Também pode energizar o cristal através da terra — enterrar o cristal na floresta —, do mar ou fazê-lo através da Linguagem Vibratória da Vida à Base Molecular.

Como pedir ajuda a um cristal?

Ao pedir ajuda a um cristal, tenha um objetivo previamente definido. Pode ser para transformar energias em casa, no local de trabalho, auxiliar em processos de cura, expansão da consciência cósmica ou simplesmente proteção, entre outros.

A forma mais simples de fazê-lo é através da meditação. Aqui é necessário escolher um ambiente sereno e relaxante, em casa ao ar livre, para que consiga entrar em sintonia com o cristal. Coloque o cristal nas mãos, sinta a sua energia e toda a interação com a organização do Reino Mineral e os seus responsáveis, pense ou verbalize qual a ajuda que pretende do cristal. Use um pensamento positivo, claro e conciso. Por exemplo, se precisa de proteção, então peça autorização para que os responsáveis do Reino Mineral ajudem o cristal a cumprir a missão de o proteger. 

É preciso ter consciência que o cristal dever ser tratado com respeito e amor, pois trata-se de um Ser Vivo do Reino Mineral. As propriedades energéticas e vibratórias de um cristal têm impacto na nossa energia vibratória, bem como na energia do espaço onde o cristal se vai situar e ainda na energia de terceiros. Os cristais constituem a materialização da energia vibratória das estrelas e é essa energia das estrelas que faz a ligação vibratória e celular entre os quatro reinos do Planeta.

Foto de Pixabay.       Os cristais constituem a materialização da energia vibratória das estrelas e esta energia que faz a ligação entre os quatro reinos do Planeta.

Sinta mais sobre Cristais em:

Essências florais vibratórias são um “tesouro” da natureza

Jazidas de cristais são a energia das estrelas

Um olhar mais atento a 18 cristais

Love
rfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-slide