Sal mineral é precioso para o corpo humano

Foto de Minree por Jasmin em Pixabay.     O sal dos Himalaias tem uma cor rosa devido ao óxido de ferro e ao manganês.

O sal mineral é extraído de forma manual de rochas que se encontram em minas subterrâneas de locais onde há mar fossilizado. O sal rosa dos Himalaias ou o sal negro, Kala Namak, são ambos da Índia e do Paquistão e constituem dois exemplos de sal mineral.

O sal dos Himalaias tem 84 minerais necessários ao organismo e assume uma cor rosa devido à quantidade de óxido de ferro e manganês que incorpora. Este é aproveitado de várias formas: uso culinário, tratamentos, terapias e cosmética. Segundo os especialistas e testes de energia vibratória à base molecular, este sal é um dos melhores para o ser humano. É facilmente absorvido pelo nosso corpo, evita a desidratação do organismo, ajuda a regular o metabolismo e os processos digestivos, equilibra o pH das células, fortalece o aparelho respiratório e os ossos, melhora a circulação sanguínea, o funcionamento do fígado e dos rins e contribui para a melhoria de todo o nível de energia do corpo. Os profissionais de saúde e técnicos de SPAs usam os cristais de sal rosa dos Himalaias para curar o corpo e relaxar a mente. Um ato que procura estimular a circulação, baixar a pressão arterial e remover toxinas como metais pesados do corpo.

Já o sal Kala [sal] Namak [negro] é extraído das minas vulcânicas ao norte da Índia e do Paquistão. Os especialistas consideram uma variante do sal rosa do Himalaias. A cor negra é conseguida através do aquecimento das pedras até aos 900° centígrados, sendo cozido durante 36 a 48 horas. Nesta operação é adicionado 1% de salsola stockisi (espécie de arbusto que contém carbonato de cálcio), entre outros, o que produz carbonato de sódio e faz aumentar ligeiramente o valor do pH. Depois de testado quimicamente e dado o selo de qualidade, o Kala Namak é novamente fundido e só depois é arrefecido, regressando então à forma sólida de blocos de sal preto, que podem assumir a cor rosa e violeta quando transformados em pó.

O sal negro tem uma cor distinta e também o sabor é diferente: faz lembrar a gema de ovo. Um sabor que cativa muitos, sobretudo os vegetarianos, que usam este sal para molhos, saladas e massas.

Foto de Esfera Dourada.   O sal Namak [negro] é extraído das minas vulcânicas ao norte da Índia e do Paquistão.
Este texto é uma tomada de consciência. De acordo com a estação do ano e o momento em que se encontra, cabe a cada um sentir se deve consumir este alimento. A dosagem e frequência depende da natureza e da condição física de cada Ser Humano.

Sinta mais sobre sal em: 

Peso económico do sal é elevado, mesmo sem ser ‘ouro branco’

Love
rfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-slide