Produtos perigosos do nosso dia-a-dia

Foto de Hans Braxmeier em Pixabay.   Sabia que o champô ou o amaciador que usa diariamente pode conter produtos nocivos como sulfato de sódio, que é cancerígeno.

Champôs e amaciadores

Os champôs e os amaciadores são consumidos diariamente por todos nós, mas talvez desconheça que a sua cabeça está a ser lavada com sulfato de sódio, que é um produto cancerígeno. Que outros produtos nocivos também estão misturados através das fragrâncias que os champôs e o amaciadores nos oferecem?

A ação de muitos desses produtos podem também bloquear a glândula Pineal [é a glândula que tem uma ação de comando sobre as restantes glândulas], os dois corpos sutis [corpo sutil físico e corpo sutil etérico], os vórtices da pirâmide da alma (chakras coronário e frontal) ou ainda a base da pirâmide do corpo. Bloqueios estes que a prazo terão impacto no corpo, no espírito e na alma do Ser Humano.      

Da próxima vez que comprar este tipo de produtos veja primeiro se os ingredientes, apesar das letras miudinhas, que estão presentes são inofensivos e também se são amigos do ambiente.

Foto de Pixabay.    A espuma de barbear pode conter, por exemplo, trietanolamina (foi usado em armas químicas) ou nitrosaminas e parabenos que são considerados cancerígenos.

Espuma de barbear

As espumas de barbear e muitos dos cremes que são utilizados depois de fazer a barba podem dar satisfação, mas em muitos deles encontram-se produtos tóxicos. A espuma para barbear contém, por exemplo, butano, diazolidinyl urea, trietanolamina (foi usado em armas químicas) ou nitrosaminas e parabenos que são considerados produtos cancerígenos. Como se não bastasse, depois de fazer a barba é dada à pele produtos carregados de fragrâncias abundantes em essências sintéticas cujos efeitos na pele e no organismo são totalmente ocultadas. Como alternativa pode experimentar produtos à base de aloe vera e outros produtos naturais como abacate. Mas muitas vezes a solução pode ser mesmo apenas água gelada.

Desodorizantes

Desodorizantes e antitranspirantes fazem também parte do nosso dia-a-dia, mas a grande maioria que está disponível nas prateleiras dos super e hipermercados não são amigos da saúde. Em causa estão ingredientes, como por exemplo, os sais de alumínio e múltiplos conservantes com a terminação de methyl, ethyl, propyl ou benzyl, entre outros, também conhecidos como parabenos. A verdade é que todos estes ingredientes podem vir a desencadear desequilíbrios em relação à infertilidade, provocar alergias ou mesmo desencadear doenças degenerativas.

Utilize como alternativa o cristal pedra alúmen (ou à base de alúmen de potássio), bem como à base de aloe. Estes desodorizantes são facilmente encontrados em lojas de produtos naturais. Em alternativa também pode recorrer ao floral Rescue ou simplesmente não usar nada e dar mais atenção à alimentação uma vez que as axilas, tal como as virilhas, são pontos específicos de eliminação do nosso organismo, como por exemplo, as toxinas ingeridas. 

Lembremos que axilas livres de bloqueios são garantia de que os gânglios linfáticos estão a funcionar a 100%. 

Foto de Beate em Pixabay.   A pele é água e a sua eficiente respiração garante que haja uma interação equilibrada com as nove camadas da alma.

Creme Hidratante

O creme hidratante usado após o banho é um hábito recorrente de muitos consumidores que querem manter a pele hidratada. No entanto, é bom lembrar que em cada embalagem chega a haver mais de 30 ingredientes provenientes do petróleo e que não são amigos da nossa saúde e muito menos do Planeta. Experimente, por exemplo, produtos à base de manteiga de karité ou óleos naturais e tenha mais cuidado com a alimentação. A solução passa por optar por uma nutrição de qualidade, de preferência com alimentos 100% biológicos. A pele é água e a sua eficiente respiração garante que haja uma interação equilibrada com as nove camadas da alma. 

Foto de Hans Braxmeier em Pixabay.   Há muitas marcas que usam substâncias sintéticas para tentar reproduzir o odor dos óleos essenciais, só que estas podem desenvolver alergias ou provocar alterações hormonais.

Saúde em risco

Muitas marcas inserem na mistura sintética, para tentar reproduzir o odor dos óleos essenciais, substâncias inimigas da nossa saúde. Segundo o Environmental Working Group (EWG), essas substâncias nocivas são muitas vezes descritas nos rótulos com nomes generalistas ou simplesmente titulados como fragrância para esconder dos consumidores as verdadeiras substâncias. A Comissão Europeia também já reconheceu que muitas dessas substância são Compostos Orgânicos Voláteis (COVs ou VOCs). Estes são químicos sintéticos que podem desenvolver alergias, provocar alterações hormonais, desencadear a prazo stresses degenerativos ou uma puberdade precoce, entre muitas outras situações.  

Testes feitos em laboratório, encomendados pela Campaign for Safe Cosmetics e analisados ​​pelo Environmental Working Group, em 2014, detetaram 38 produtos químicos secretos em perfumes registados em marcas como a American Eagle Setenta, Coco Chanel, Britney Spears Curious, Giorgio Armani Acqua Di Gio, entre outros.

O produto de fragrância médio testado continha 14 produtos químicos secretos não listados no rótulo do perfume. Entre eles estão os produtos químicos associados a perturbações hormonais e reações alérgicas, entre outrosMas não são só perfumes que levantam suspeitas, também os ambientadores, incensos, velas com aromas estão na lista negra. 

O presidente da Associação Europeia de Consumidores (BEUC), já em 2004, admitia, em Bruxelas, que “ao contrário do que nos querem fazer acreditar, os ambientadores e os perfumes para o lar não purificam mas, pelo contrário, contaminam o ar ao emitir substâncias claramente tóxicas”. Jim Murray promoveu um estudo realizado por associações de consumidores de Portugal, Espanha, França, Bélgica e Itália em que concluiu existir “um risco real para a saúde, não só para as pessoas alérgicas ou asmáticas, mas também mulheres grávidas, crianças e todos quantos os usem habitualmente”. A maioria deste tipo de produtos contêm substâncias consideradas cancerígenas – como o benzeno – e até algumas que podem afetar o sistema reprodutivo. Dos 30 produtos analisados (marcas como Ambipur, Brise, Carrefour, Air wick, Auchan/Continente e Regitteo) 22 receberam nota negativa e em 16 foram encontradas substâncias cancerígenas.

Foto de Brentwood/United Kingdom em Pixabay.    Já viu que ingredientes é que o seu batom tem? Talvez tenha uma surpresa, é que a maioria não tem a descrição dos seus ingredientes. Porquê? 

O que podemos fazer?

Procure não utilizar tantos produtos com fragrâncias. Se gosta muito do seu perfume, então talvez possa utilizar outros cosméticos sem qualquer fragrância. Pode também optar por perfumes sem adição de fragrância, embora muitas marcas vendam produtos como “fragrância zero”, “fragrância natural” ou “sem fragrância” mas, na verdade, inserem componentes de fragrância nos seus produtos. Antes de comprar convém fazer primeiro uma pesquisa para tentar saber os componentes do perfume e verificar se a marca é segura e amiga do ambiente.

Quanto vale o mercado dos cosméticos

O último estudo elaborado pela DBK, consultora espanhola que faz análises sectoriais e de concorrência, revela que no ano 2015, o mercado português de perfumes e cosmética movimentou cerca de 800 milhões de euros e o espanhol pouco mais de quatro mil milhões. Nos dois mercados existe uma concentração da oferta através dos grandes grupos multinacionais, sendo que as cinco maiores empresas controlam quase 40% do mercado. No mercado Ibérico existiam em 2015 um total de 315 empresas, das quais 80 operam em Portugal e na sua maioria está concentrada em Lisboa.

 

Reforce a sua consciência em:

Love
rfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-slide