Boldo é um “amargo” aliado para regenerar Fígado e má digestão

Foto de Esfera Dourada.    A Infusão de Boldo tem um forte sabor amargo, mas pela regeneração do fígado vale bem o sacrifício.

Boldo (Peumus Boldus Molina)

Propriedades:

Antiespasmódica, anestésica, anti-séptica, antibacteriana, anti-inflamatória, antioxidante, depurativa, desintoxicante, estimulante, sedativa e vermífuga…

Infusão:

Comece por colocar duas colheres de chá de Boldo seco, ou três folhas frescas de Boldo, durante alguns minutos, num pouco de água fria colocada numa chávena. Depois, junte água aquecida até aos 90º.C (isto é, quando a água começar a querer ferver) e tape durante 10 minutos. Quando arrefecer está pronto a consumir (veja aqui como fazer uma infusão).

Aplicação:

  • Azia,
  • bílis,
  • cálculos renais,
  • cistite,
  • dor de cabeça,
  • fígado,
  • flatulência,
  • gota,
  • limpa o sangue,
  • má digestão,
  • ressaca,
  • suores frios…

Contra-indicação:

Grávidas (pode provocar aborto), em fase de amamentação, pessoas com as vias biliares inflamadas e obstruídas e em casos de hepatite aguda. Além disso, cada corpo é diferente e por isso convém estar atento a eventuais incompatibilidades, totais ou momentâneas, geradas pela sua ingestão.

Este texto é uma tomada de consciência. De acordo com a estação do ano e o momento em que se encontra, cabe a cada Ser sentir se deve consumir este alimento. A dosagem e frequência depende da natureza e da condição física de cada Ser Humano.

Sinta mais sobre infusões em:

Chás verde, branco ou preto bloqueiam sistema hormonal

Chá, Infusão ou Tisana, faz toda a diferença

Como preparar uma boa infusão?

Qual a infusão mais adequada ao seu momento?

Love
rfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-slide