Conheça a diferença entre os vários plásticos

Foto de Pixabay.      É o tipo de plástico que é usado em garrafas de água ou refrigerantes e devem ser utilizados apenas uma vez.

PET ou PETE (1)

As embalagens de plástico que têm as letras PET ou PETE (número 1), são feitas com politereftalato de etileno, é um plástico transparente brilhante, com ou sem cor, resistente e com boa impermeabilidade para gases e humidade. Este tipo de embalagem não deve ser usada mais do que uma vez, pois apesar de ser relativamente segura, pode libertar metais pesados, como antimónio e substâncias químicas que são capazes de interferir com o nosso sistema hormonal.
É usado em garrafas de água, refrigerantes, embalagens de detergentes e produtos de higiene, entre outros. Se é uma daquelas pessoas que reutiliza a garrafa de plástico com água tenha atenção: corre o risco de inserir tóxicos químicos ou bacterianos, porque este tipo de plástico é difícil de limpar e de descontaminar. 


Foto de Frank Habel em Pixabay.      Estes tipo de plásticos são utilizados normalmente para fabricar embalagens de produtos de higiene e detergentes.

HDPE (2)

Os plásticos com a inscrição HDP ou HDPE (número 2), polietileno de alta densidade, não contêm BPA e não libertam nenhum produto químico, segundo os especialistas. É um plástico rígido ou flexível, bastante resistente a produtos químicos e à humidade. São utilizados para fabricar as embalagens de produtos de higiene, detergentes, sacos de supermercado, tampas, iogurte, leite, etc. Também é considerado um plástico relativamente seguro para o Ser Humano.


Foto de Wolfgang Eckert em Pixabay.     O PVC é usado para para fazer tubos, embalar brinquedos ou fabricar garrafões de água e a sua composição pode libertar químicos tóxicos que afetam por exemplo o sistema hormonal.

PVC (3)

Os plásticos que têm as siglas PVC (número 3), policloreto de vinilo, libertam químicos tóxicos que podem afetar o sistema hormonal. A sua utilização tem vindo a diminuir, mas pode ser encontrado para embalar brinquedos, engarrafar produtos de limpeza ou óleo para cozinhar, fazer garrafões de água mineral, mangueiras, revestir cabos, tubos, entre outros. Este tipo de plástico contém: cloreto de vinilo, um composto classificado pela “International Agency for Research on Cancer” como potencial cancerígena para o Ser Humano; BPA e Ftalatos (compostos químicos derivados do ácido ftálico, que também são potencialmente cancerígenos, podendo causar danos no fígado, rins, pulmão e afetar o sistema reprodutivo). Não deve ser utilizado este tipo de plástico para guardar alimentos ou para utilização na cozinha.


Foto de Free-Photos em Pixabay.     O plástico PEBD serve para fabricar películas para embalar roupas ou alimentos.

PEBD ou LDPE (4)

Se vir o símbolo PEBD (número 4), trata-se de polietileno de baixa densidade. Este tipo de plástico é resistente, leve e muito flexível, podendo ser transparente, com ou sem cor e com ou sem brilho. É utilizado em sacos e películas para envolver paletes, por exemplo, de alimentos ou de um conjunto de garrafas de água e pode servir também para fabricar os conhecidos copos de plástico. É um tipo de plástico relativamente seguro para o Ser Humano.


Foto de Artur Konik em Pixabay.     O PP é um plástico que serve para fabricar tampas ou fraldas descartáveis.

PP (5)

Os plásticos PP (número 5), feitos de polipropileno, são versáteis e têm uma grande resistência à humidade, ao calor, a produtos químicos, óleos ou gorduras. É utilizado no fabrico de embalagens de margarinas, iogurtes, fraldas descartáveis, medicamentos, tampas, sacos de batatas frita ou recipientes para armazenar alimentos, entre outros. É um tipo de plástico relativamente seguro.


Foto de Dennis em Pixabay.      Os talheres de plástico são fabricados com um tipo de plástico à base de poliestireno, que contém produtos potencialmente tóxicos e cancerígenos.

PS (6)

O plástico com o símbolo PS (número 6), é poliestireno, é versátil, muito resistente, rígido e, normalmente, opaco. Este tipo de embalagens contém Estireno, um composto tóxico que pode afetar o sistema nervoso do Ser Humano e é ainda potencialmente cancerígeno segundo a “International Agency for Research on Cancer”. Podemos encontrar este tipo de plástico em copos e talheres descartáveis, medicamentos, em iogurtes ou caixas de ovos, entre outros. Não deve ser utilizado este tipo de plástico para guardar alimentos ou utilização na cozinha.


Foto de Pexels.       Os plásticos PC contêm BPA e outros componentes químicos que são nocivos para o Ser Humano.

PC (7)

Este é o tipo de plástico que se deve libertar imediatamente, pois liberta Bisfenol A, Ftalatos entre outras substâncias tóxicas. Na prática, contêm produtos cancerígenos e podem provocar a alteração do sistema hormonal. Pode ser encontrado em pneus, acessórios náuticos e desportivos, aparelhos electrodomésticos, chinelos, num garrafão de água ou recipientes para alimentos. Não deve ser utilizado este tipo de plástico para guardar alimentos ou utilização na cozinha.

Os plásticos estão na nossa vida mas cabe-nos a nós escolher se queremos continuar a usá-los. Em alternativa existem outros recipientes como, por exemplo, o vidro ou a cerâmica. A consciência está em cada um de nós.

 

Sinta mais sobre plásticos em:

Reconheça um plástico com ‘Bisfenol A’ e proteja a sua vida

 

Reforce a sua consciência em:

http://www.plastval.pt/index.asp?info=reciclagem/identificacao

http://veja.abril.com.br/saude/como-manter-o-bisfenol-a-longe-de-seu-filho/

https://estaoteenvenenando.blogspot.pt/2014/10/o-veneno-bisfenol-bpa-proibido-em.html

http://www.esmeraldazul.com/pt/blog/sabia-que-os-utensilios-de-plasticos-podem-influenciar-a-forma-como-as-suas-hormonas-funcionam-2/

https://www.youtube.com/watch?v=u17MlsEf1BY

http://www.ecodesenvolvimento.org/posts/2013/maio/plastico-um-ouro-nao-aproveitado#ixzz4TenYiK5K

http://elplasticomata.com/

Love
rfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-slide