Germinados e microvegetais são alimentos vivos

Foto de Amanda Martin em Pixabay.     Germinados ou microvegetais oferecem grandes concentrações de nutrientes.

Os alimentos germinados, rebentos ou microvegetais provêm todos de grãos ou sementes que em contacto com água, oxigênio e uma certa temperatura dão início a processos bioquímicos que dão origem ao início do ciclo de vida de uma planta.

São alimentos vivos que oferecem grandes concentrações de nutrientes (proteínas, fibras, vitaminas e minerais) e um baixo nível de calorias. Além disso, permitem uma digestão fácil, graças ao aumento da atividade de certas enzimas que só são desativadas quando estes alimentos são cozinhados a temperaturas elevadas.

Os germinados são ainda pobres em fatores antinutricionais, substâncias como o ácido fítico ou o tanino que travam a absorção de minerais como por exemplo, o ferro, o cálcio e o zinco

Cereais (trigo, cevada, arroz ou centeio…), leguminosas (alfafa, soja, feijão, grão, ervilha, amendoim ou lentilhas…), hortaliças (agrião, rabanete, alho, cenoura ou beterraba…), oleaginosas (nozes, amêndoas, avelãs, pinhão ou cajú…) ou sementes (girassol, abóbora, sésamo, quinoa ou chia…) podem ser germinados para depois serem usados para fazer sumos, batidos, sopas, saladas, pratos principais ou mesmo sobremesas (ver textos em “Como fazer”).

Como germinar

Foto de Milada Vigerova em Pixabay.         A germinação de grãos ou sementes pode ser obtida ao fim do segundo dia.

Escolha o grão ou a semente do alimento ou alimentos que pretende germinar e a quantidade que necessita. Se escolheu grão, por exemplo, então coloque duas mãos cheias numa taça de vidro cheia de água e coberta com um pano limpo. A taça deve ficar num local sem luz direta e por 8 a 12 horas.

Depois deste período a demolhar, deve retirar os grãos da água e colocá-los sobre um pano grande e bem humedecido, pois vai servir para se iniciar o processo de germinação. Os grãos devem ficar cobertos por um pano num local escuro e fresco durante três a cinco dias, depende da espécie. Nesse período é fundamental manter o pano húmido, não se esqueça por isso de pulverizar o pano com água uma ou duas vez por dia, dependendo da altura do ano. Ao terceiro dia verá que os brotos começaram a sair do grão, ou seja, estão prontos para serem consumidos. Se pretende apenas utilizar a germinação dois ou três dias mais tarde então use o frigorífico para travar e conservar a germinação.

Como criar microvegetais

Foto de DoubleMcK em Pixabay.     São estes tenros troncos e folhas acabadas de nascer que são os microvegetais.

O processo é em tudo semelhante ao da germinação, embora por um período de tempo mais longo. Para criar microvegetais coloque os grãos ou sementes num recipiente microperfurado, de preferência com substrato orgânico. Depois deve regar de maneira a manter os grãos ou as sementes sempre húmidas para que se faça a germinação e comece a surgir as primeiras folhas definitivas. São estes tenros troncos e folhas que são os microvegetais. Basta então cortar pela base a pequena planta com uma tesoura para que se possa consumir e eles voltarem a crescer pela segunda vez, mas agora com menos energia e nutrientes.

Os microvegetais mais utilizados são de rúcula, ervilhas, mostarda, rabanetes, coentros ou beterraba….

 

Reforce a sua consciência em:

https://www.docelimao.com.br/site/ de Conceição Trucom,
https://verdadeirodetox.com  de Elias Pereira,
http://alimentovivo.org/curso-vem-pra-cruzinha/lista-de-espera/   de Rita Zumberlan
Livro “As Receitas da Cura Alcalina” de Stephan Domening e Heinz Earlacher,
Livro “As Delícias de Ella Todos os Dias” de Ella Woodward

Sinta mais sobre nutrição em:

Sopas 100% cruas

Comece o dia com um iogurte

Batidos de leite vegetal

Sobremesas cruas e vivas

Pratos principais para surpreender em casa

Sumos para ajudar a desintoxicar o corpo

Nutrição crua e viva amiga das nossas células

Alimentação deve respeitar a “natureza e o estado” do Ser Humano

Obsessão por uma alimentação perfeita é um desequilíbrio?

Nutrição de Luz

Como os elementos da natureza interagem

Três Princípios Filosóficos da Vida

 

 

 

Love
rfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-slide